Temer diz a Macron que Brasil e França estão unidos por reformas modernizadoras

O presidente Michel Temer cumprimentou o presidente eleito da França, Emmanuel Macron, pela vitória nas urnas ontem (7). Em carta enviada ao francês, Temer disse que o Brasil está disposto a trabalhar com a França em favor da democracia. A mensagem diz ainda que os dois países estão “unidos pela determinação de promover reformas modernizadoras” e cita um aprofundamento na parceria bilateral.

Temer chamou de “expressiva vitória” o resultado que levou Macron à presidência da França. O candidato do centro venceu o segundo turno das eleições com vantagem de 30 pontos percentuais sobre sua adversária, a líder da extrema direita, Marine Le Pen.

Ontem, pelo Twitter, o presidente já havia saudado Macron pela votação.

Agenda internacional

Prestes a completar um ano de governo, Temer tem priorizado até agora a política interna em prol da aprovação de reformas que considera importantes para o país. A partir do mês que vem, o presidente deve intensificar o ritmo de viagens internacionais. O próximo compromisso confirmado será o encontro do G20 (grupo das 20 maiores economias do planeta), nos dias 7 e 8 de julho, na Alemanha. Antes disso, há viagens previstas para a Noruega e a Rússia, em junho. Em setembro, Temer irá à China para um encontro do Brics, bloco econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.




%d blogueiros gostam disto: