MP reforça grupo de promotores na investigação da morte de Marielle e Anderson

O procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem, designou hoje (21) um grupo de cinco promotores do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) para auxiliar a 23ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal na apuração do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes dos Santos Santos, na quarta-feira passada (14), no Rio.

A parlamentar estava indo para casa na Tijuca, zona norte, após participar de um encontro de mulheres negras, na Rua dos Inválidos, na Lapa. 

O reforço foi solicitado pelo promotor Homero das Neves Freitas Filho, titular da 23ª Promotoria de Justiça, que tem atribuição para atuar junto à Delegacia de Homicídios da Capital, responsável pelo inquérito policial que apura a morte de Marille e de Anderson.




%d blogueiros gostam disto: