Acidente em mina a África do Sul registra sete mortos

Subiu de quatro para sete o número de mineradores mortos na África do Sul, após um terremoto seguido de desmoronamento na última quinta-feira (3). As vítimas estavam entre os 13 que ficaram presos na mina de Masakhane, a oeste de Johanesburgo.

“Acabamos de resgatar o último funcionário que estava preso, mas infelizmente ele morreu por causa dos ferimentos. Agora são sete [mortos]”, afirmou James Wellsted, porta-voz da empresa sul-africana Sibanye-Stillwater, que opera a mina. Outros seis mineradores ainda estão internados em um hospital se recuperando das lesões.

O ministro sul-africano de Recursos Naturais, Gwede Mantashe, visitou a mina na noite de ontem (4) e exigiu que a empresa responsável pelo local priorize a segurança dos trabalhadores. Após o acidente na mina, o Sindicato Nacional de Mineradores pediu ao Ministério de Recursos Naturais sul-africano uma investigação sobre as mortes que ocorrem no setor de mineração.

Histórico

Em fevereiro, cerca de mil mineradores ficaram presos em outra mina de ouro, a Beatrix, a 240 quilômetros ao sudoeste de Johanesburgo, também operada pela Sibanye-Stillwater. Nesse caso, o problema foi ocasionado problemas elétricos após uma tempestade. Eles foram resgatados depois de 30 horas.

*Com informações da EFE

 

 




%d blogueiros gostam disto: