Em Jaguariúna, Temer destaca avanços e perspectivas da economia

O  presidente Michel Temer destacou hoje (5), durante encontro do MDB, em Jaguariúna (SP), os avanços na economia. Ele reiterou o crescimento de postos de trabalho com carteiras assinadas, no país, e a perspectiva de o Produto Interno Bruto (PIB) ficar em torno de 2,5% e 3%. Temer participou do encontro estadual do MDB de São Paulo em que pré-candidaturas foram lançadas.

Para Temer, é preciso observar os dados da geração de emprego com atenção. “Quando a economia começa a melhorar, o alento volta. As pessoas que estavam desalentadas e não procuravam emprego, diante de uma economia crescendo, voltam a procurar emprego”, disse.

Em relação às perspectivas econômicas, referindo-se ao partido dele, o presidente afirmou que “O MDB é capaz de construir”. “No plano federal estamos reconstruindo a economia do país. Tudo o que o MDB faz é a base da reconstrução”, acrescentou.

No encontro estadual do MDB, em Jaguariúna, foram anunciadas as pré-candidaturas de Paulo Skaf ao governo de São Paulo e de Marta Suplicy (MDB-SP) à reeleição no Senado. Também foram anunciados nomes de pré-candidatos a deputados federal e estadual.

Participaram ainda do encontro o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), pré-candidato à Presidência da República, o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis (MDB-SP), e o presidente estadual do MDB e deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP). 

Elogios

Ao lado de Meirelles, Temer elogiou o ex-ministro. “Digo que eu e o Meirelles estaremos juntos em qualquer hipótese”, disse.

Meirelles retribuiu os elogios. “[O presidente Temer] fez o Brasil voltar a crescer”, afirmou. “É um governo só de dois anos, querendo fazer tanta coisa”, acrescentou. O ex-ministro da Fazenda lembrou que o governo Temer assumiu o país em plena crise econômica com um número elevado de desemprego e inflação. 

Pré-candidato ao governo de São Paulo pelo MDB, Skaf afirmou que o cenário eleitoral ainda precisa de definições em decorrência das convenções que ocorrerão a partir de junho. “A sucessão nacional ainda está um pouco indefinida. Temos que aguardar um pouco. Creio que ao final de junho, antes das convenções e da Copa, creio que as coisas avancem”, disse. 

A senadora Marta Suplicy, pré-candidata ao Senado, também elogiou o governo de Temer. “Acredito que, em dois anos, conseguimos o que não foi conseguido fazer em décadas.”




%d blogueiros gostam disto: